CAMINHOS DA PSIQUE

O EU VERSUS VOCÊ

O artigo de hoje vem falar das relações entre funcionários no ambiente de trabalho, seja ele público ou privado. O que poderia ser tranquilo, acaba se tornando um pesadelo. Tenho observado nos atendimentos em consultórios e em palestras realizadas em empresas que essas relações, por diversos motivos, acabam não sendo as melhores e adequadas ao bom funcionamento do trabalho e da vida dos funcionários. Competitividade em excesso, falta de tolerância com o colega de setor, intrigas, inveja, pessoas que querem prejudicar o outro visando o seu cargo ou pelo simples fato de “não gostar de você”. Em um mundo cada vez mais competitivo, que visa o dinheiro, a vida estável e a aquisição de bens materiais, muitas pessoas acabam utilizando de vários artifícios para alcançar esses objetivos, e podem prejudicar aqueles que estiverem “em seu caminho”. Infelizmente, no ambiente de trabalho tem sido frequente a visualização deste fato. Colegas que não cooperam uns com os outros, que fazem intrigas entre funcionários e chefia, que inventam histórias a fim de prejudicar o outro e, ainda, aqueles que não suportam uma promoção do colega ou benefício conquistado.

Mas aí vai um recado de motivação para você que sofre em seu ambiente de trabalho: já ouviu aquele velho ditado “o prego que se destaca é martelado”? Pois bem, pessoas infelizes com seus cargos, com suas vidas, que têm frustrações, podem vir a “martelar” aquele funcionário que se sobressai através de seu belo trabalho, com dedicação e carinho pela profissão. Continue firme no seu trabalho, realizando as coisas da melhor forma possível. Não dê ouvidos a críticas que não são construtivas, principalmente daqueles que só tem uma palavra negativa para oferecer. Atualize seu conhecimento, siga na direção de seus sonhos e faça da situação negativa um aprendizado.

Aos colegas que “puxam o tapete”, concentrem seus esforços no bem comum, no aprendizado, em uma boa convivência. Cooperação no ambiente de trabalho é essencial. Mire-se no exemplo daquele que se destaca, peça orientações. Não é prejudicando o outro que você terá aquilo que almeja. Pelo contrário, só tenderá a ter relações superficiais no trabalho, a ser visto como uma pessoa complicada e invejosa. Nada melhor do que conquistar uma promoção dignamente! As relações no ambiente de trabalho podem ser melhores. Sim, não são todas as pessoas que sofrem ou praticam atos contra o colega de trabalho. Mas, identificado o problema, deve-se trabalhar com os funcionários, a fim de extinguir tais comportamentos destrutivos dentro da empresa.

.