PARÓQUIA NSA. SRA. DA CONCEIÇÃO NA BARRA PROMOVE FESTIVAL DE PASTEL E ATRAI GRANDE NÚMERO DE JOVENS

A Paróquia Nossa Senhora da Conceição (Barra) realizou, no último sábado (30), seu 1º Festival de Pastel. Com uma ficha no valor simbólico de R$ 5, cada pessoa tinha direito a 3 pastéis deliciosamente preparados pela equipe da cozinha (massa adquirida por doação e patrocínio da própria Paróquia) e 3 copos de refrigerantes. A iniciativa teve o objetivo de atrair mais o público jovem para a Igreja, proporcionando a oportunidade deles continuarem no salão, após a Santa Missa, ao invés de ir para a rua lanchar, e, assim, confraternizarem entre si e com a comunidade.

Aline Luisa de Oliveira Fogal Santos, moradora da Barra e frequentadora assídua da Paróquia, é também Ministra da Eucaristia e trabalha na Liturgia do Matrimônio. Segundo ela, o objetivo principal é realmente trazer os jovens para a Igreja e, nessa edição inaugural do evento, contou com a participação de um público da faixa etária de 13 a 25 anos. “Tivemos um trabalho com os jovens, uma forma de Evangelização, porque perceberam que eles estavam vindo para a Missa e se encontrando na rua para lanchar. Então pensamos em fazer algo na própria Igreja para eles. Planejamos fazer todos os meses, em cada edição um festival diferente para eles perceberem que também podem se divertir na Igreja. Todas as comunidades vieram, tivemos jovens de vários bairros, a Pastoral dos Jovens e o total apoio do Pe. Carlos, que deu a ideia. Agradecemos a todos que participaram conosco”, destaca.

Segundo Edivaldo Junior Rosa, coordenador do EAC (Encontro de Adolescentes com Cristo), esse é o 4° ano na direção, e é um prazer muito grande trabalhar com jovens e adolescentes. “Depois da 1° Eucarística, tínhamos as limitações de até 16 anos. Hoje nem estamos com essa limitação pela carência de jovens na Igreja. Temos uma preocupação muito grande, porque fazemos o trabalho, divulgamos, tem curso preparatório, mas temos um trabalho que queremos que fique mais forte. Uma das nossas atribuições é trazer mais pessoas, um envolvimento dos pais, nós e a Igreja. Vamos tentando direcionar, pois é um momento tão grandioso e os jovens perdendo. É uma gratificação muito grande, fazer algo diferente. Pe. Carlos tem um papel muito importante, nos apóia fortemente. Todos os encontros ele está conosco. Estou sempre me perguntando se estamos no caminho certo”, completa.

Outras edições do festival já estão sendo planejadas. O próximo provavelmente será de cachorro quente, mas também há planos para o festival de pizza, por exemplo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*