Arquivo Público de Muriaé está com Mostra de Documentos Históricos aberta para visitantes

Prefeitura e Fundarte disponibilizam documentos importantes para pesquisadores e interessados que queiram saber mais sobre formação política e cultural da cidade

A IIª Mostra de Documentos Históricos, que tem como tema “Resgatando Nossa História (1869 a 1954)”, está aberta para visitação até 15 de agosto, no Paço Municipal, localizado na Praça Coronel Pacheco de Medeiros (antiga Prefeitura). Os horários para visitação são entre 8h e 11h30 e 13h e 17h.  O evento da Prefeitura, realizado por meio da Fundarte, disponibiliza vários documentos importantes para pesquisadores e curiosos aprenderem sobre a formação política e cultural de Muriaé e localidades vizinhas, levando os muriaeenses a conhecerem um pouco mais sobre a história do município.

A Mostra faz parte da 2ª Semana Nacional de Arquivo, uma realização do Arquivo Nacional e Fundação Casa de Rui Barbosa, Rio de Janeiro. “Selecionamos documentos inéditos. Pela primeira vez eles estão sendo colocados à mostra para conhecimento e acesso dos muriaeenses e demais visitantes. É a cultura que diz o que cada lugar é. Por isso, torna-se importante visitar e conhecer um pouco mais da cultura de Muriaé, para formar um pensamento sobre o início da história”, explicou a gestora do Arquivo Histórico de Muriaé, Liliana de Souza.

A exposição está composta por documentos como escrituras, atas de reuniões da Câmara de Vereadores e outros escritos oficiais que relembram a emancipação político-administrativa da cidade. “É sempre importante saber um pouco mais sobre como chegamos até aqui. Para tanto, estamos abrindo o arquivo público para pesquisas e conhecimento. Nosso objetivo é promover novas experiências e mais aprendizado para os muriaeenses”, declarou o prefeito Grego

Serviço:

IIª Mostra de Documentos Históricos

Dia: visitação até 15 de agosto

Hora: 8h e 11h30 e 13h e 17h

Local: Paço Municipal – Arquivo Público (antiga Prefeitura)

Alguns documentos expostos:

  • Escritura de compra e venda de um escravo crioulo de nome Domingos, que faz Jozé Ignácio Machado a Evaristo Rodrigues Campos na freguesia de Nossa Senhora do Patrocínio, do município de São Paulo do Muriahé (1869).
  • Livro de Atas mais antigo das Sessões da Câmara (1871).
  • Ata da Sessão Extraordinária em virtude da Proclamação da República (1889).
  • Nomes de ruas e praças, arborização, iluminação (1914).
  • Primeira Carteira de Motorista para mulher a Carolina Soares Canêdo e a Maria Isabel Canêdo, filhas de Affonso Augusto Canêdo (1928).
  • Panfleto dirigido ao povo de Muriaé convocando voluntários para reprimir o movimento rebelde de São Paulo/Revolução Constitucionalista (1932).
  • Decreto-Lei Nº 57 que declara feriado o dia 25 de outubro de 1939 por ocasião da visita do Presidente da República e Governador do Estado de Minas Gerais, Dr. Getúlio Dorneles Vargas e Benedito Valadares Ribeiro para a inauguração da rodovia Rio- Bahia em Muriaé (1939).
  • Panfleto distribuído pelo diretório do PTB aos trabalhadores de Muriaé contendo a transcrição da carta de suicídio de Getúlio Vargas (1954).

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*